Home / Recursos / Estudos / Perfeccionismo
Devocional
Pr. Davi F. M. Cáceres
sobre o autor
12/06/2012

PerfeccionismoImprimir

PERFECCIONISMO

 Vivemos uma realidade de competição constante e muito se fala em alcançar a perfeição. Desde a vida esportiva até a vida profissional, usamos e abusamos da ideia de sermos o melhor, como se isso fosse, de fato, algo a ser perseguido. Se não formos os melhores não seremos nada! Cada um se torna aquilo que conquista e não mais aquilo que as Escrituras afirmam. Eu quero ser o melhor! Eu quero fazer as coisas perfeitas! Aqui emerge um pecado, pouco falado, mas muito visível o qual chamarei de perfeccionismo. Gostaria que você acompanhasse esta devocional com o coração bastante aberto para avaliá-lo segundo as Escrituras. Deus o abençoe.

Terça-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE I Rs.6; Jr.48.10; Cl.3.23

1. O termo perfeccionismo não é encontrado nas Escrituras, mas isso não significa que a Bíblia não fale nada sobre o conceito por trás deste termo. Para pensarmos nesse assunto precisaremos fazer uma distinção entre duas ideias que parecem semelhantes, porém são distintas em conteúdo e expressão. São elas: perfeccionismo e excelência. Perfeccionismo tratarei como um pecado e excelência como uma virtude cristã. Por que começar com esta distinção? Para não sugerir que o oposto lógico do perfeccionismo é o correto, ou seja, a mediocridade e o fazer sem zelo e sem cuidado. As Escrituras não falam de fazermos tudo perfeito, mas fala para fazermos como se estivéssemos fazendo para o Senhor (vd. Cl.3.23). Mas as Escrituras falam para não fazermos de modo relaxado (vd. Jr.48.10). Pense em sua rotina. Você executa diversas atividades durante o seu dia, todavia, em qual delas você se lembra de fazer aquilo como se ao final do processo o próprio Senhor viesse olhar a sua realização? Em qual delas você considera como uma forma de adoração e serviço ao Senhor? Entretanto, creio que muitas vezes passe em sua mente ideias como: "Nossa, o que fiz está perfeito!"; ou, ainda "Preciso pensar em algo inédito para que seja reconhecido"; ainda outro "Estou perdendo meu espaço aqui, preciso mostrar que posso executar melhor"; ou a clássica "Só término algo quando está perfeito". Se estas últimas frases constantemente estão em sua mente você corre o risco de ser alguém perfeccionista. Gostaria que o princípio de "fazer como para o Senhor" norteasse o nosso pensar e mudasse o nosso agir. Na minha vida devo me lembrar: Como posso realizar esta tarefa para o Senhor?. Como saber se estou sendo excelente. Tenho utilizado os recursos que Deus me deu (talentos, dons, capacidades, recursos)? Tenho utilizado o tempo que tenho sem inverter ou corromper prioridades de minha vida? Tenho me empenhado para executar esta tarefa? Uma breve definição de excelência é fazer o que melhor que eu posso com os recursos disponíveis que tenho naquele momento como se estivesse fazendo para o Senhor. Leia I Rs.6 e veja como o princípio de excelência foi aplicado na construção do templo. Em sua vida você tem buscado a excelência ou o perfeccionismo? Aliste situações onde ficam evidentes a sua resposta a esta pergunta.

Quarta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Tg.1.4; Hb.5.14; Ef.4.13

1. Perfeccionismo é definido como a tendência de obstinar-se em fazer as coisas com perfeição. Por sua vez, perfeição implica em: a. o mais alto nível numa escala de valores; b. excelência no mais alto grau; c. grau máximo de virtude; d. trabalho de cuidado extremado; e. pessoa ou coisa sem defeito. Perfeccionista é aquele que busca realizar tudo para que esteja sem defeito. Como disse esse termo não está nas Escrituras. Há, porém, um termo utilizado no Novo Testamento que traz a ideia de perfeito, completo, maduro, mas em nenhum momento implica em perfeccionismo (vd. Tg.1.4; Hb.5.14; Ef.4.13). Olhando para estes textos em seus contextos, vemos que o conceito por trás é de busca por um padrão mais elevado de santidade na vida cristã. Ou seja, se em algo devemos ser perfeitos é em nossa comunhão com Cristo. Se excelência relaciona-se com o fazer para o Senhor e ser perfeito refere-se a santidade o perfeccionismo é, então, o desejo do coração humano em realizar as suas tarefas objetivando a completa ausência de erros e a exaltação pessoal. Assim sendo, constituí-se num pecado. Ore a Deus pedindo graça para sondar o seu coração. Você é perfeccionista?

Quinta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Sl.10.4; Pv.16.5,18

1. Diante do que vimos até o momento gostaria de descrever algumas das características que acompanham alguém perfeccionista. A primeira característica que gostaria de chamar a atenção é para o fato de que o perfeccionista tende a não buscar agradar a Deus em primeiro lugar. Sua disposição principal é realizar algo sem erro, sem defeito para não receber críticas e ser reconhecido por suas capacidades. Por que o perfeccionista teme receber críticas e quer ser reconhecido? Porque a crítica revela os erros e, em sua mente, ele não concebe a possibilidade de errar. Suas conclusões, percepções, formas de executar são, na ótica dele, as mais corretas e, talvez, as únicas formas possíveis de se fazer algo. Por sua vez, ao receber uma crítica ele não é reconhecido. Deus não é adorado nas ações do perfeccionista. Deste modo, fica evidente que o perfeccionista é alguém arrogante. As coisas devem sair do jeito dele. Provérbios 16.5 nos mostra que o Senhor detesta o arrogante e orgulhoso e este será punido pelo Senhor. O perfeccionista não considera o Senhor. Ele considera apenas aquilo que ele julga ser o melhor, mesmo que isso despreze o próprio Deus. Deus não está nos seus planos devido a sua arrogância (vd. Sl.10.4). Aquele que é perfeccionista arma ciladas para si quando despreza o Senhor e caminha a passos largos para queda (vd. Pv.16.18). Considere você: Como você reage quando alguém critica ou faz considerações sobre algo que você fez? Você se preocupa com aquilo que as pessoas irão pensar das suas ações? Por quê? O que passa em sua mente enquanto realiza a sua tarefa? Descreva.

Sexta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Pv.16.28; 26.20; Ef.4.31

1.  Ontem vimos uma primeira característica do perfeccionista - o Senhor não é o primeiro a ser adorado. Consideramos também quais as implicações disso para vida do perfeccionista. A segunda característica surge em decorrência da primeira. Uma vez que ele não busca agradar a Deus em primeiro lugar, ele teme a homens e constantemente se compara com outras pessoas, principalmente com aqueles que, ele julga, estão em uma posição ou condição inferior a dele. Trabalhamos semanas atrás com o temor de homens. Sugiro, portanto, que volte nas devocionais de temor de homens para compreender melhor este conceito. Vale a pena, contudo, pensarmos na questão da comparação. O perfeccionista estabeleceu os seus próprios padrões de desempenho, assim, quem não os atinge torna-se alvo de suas comparações, muitas vezes infames e maldosas. Caso alguém seja superior, o perfeccionista desdenha e não raro faz insinuações sobre o caráter, motivações e modo como conseguiu ser superior. Geralmente usa frases como "Precisamos ver se fez com o coração mesmo!" ou "Não sei que artifícios ele pode ter utilizado, eu faço tudo certo!". Suas comparações, além de revelarem sua arrogância, revelam maledicência. A Bíblia refere-se muito ao maldizente. Provérbios 16.28 fala do que as palavras do maldizente são capazes - espalhar contendas e separar amigos. Provérbios 26.20 afirma que muito das contendas existentes são sustentadas por maldizentes. Efésios 4.31 nos diz para nos livrarmos de toda a blasfêmia. O perfeccionista precisa maldizer para manter-se em sua posição elevada quando se compara com alguém. Você tem a tendência de se comparar com outras pessoas? Com quem? Por quê? Lembre-se que nosso modelo é Cristo. Se você deseja se comparar com alguém, compara-se com Cristo, ao menos você saberá o que estará errado contigo!
 

Pr. Davi F. M. Cáceres
Autor
Pr. Davi F. M. Cáceres
Pr. Davi F. M. Cáceres
IGREJA BATISTA PEDRAS VIVAS - RUA GUACUMÃ, 535 - VILA CALIFORNIA, SP - VEJA O MAPACONTATOIBPV MAILINDIQUE A UM AMIGO
Indique um amigo *Campos obrigatórios