Home / Recursos / Estudos / Autoridade - Parte 3
Devocional
Pr. Davi F. M. Cáceres
sobre o autor
05/06/2012

Autoridade - Parte 3Imprimir

AUTORIDADE - PARTE 3

 Refletimos de modo rápido na última semana na questão da submissão e estabelecemos quando uma autoridade pode ser desobedecida. Minha oração é que possamos olhar para nossas vidas e nossos relacionamento de autoridade, verificando se há a necessidade de conformação ao ensino bíblico. Que Deus nos dê sabedoria na trajetória de nos tornarmos mais sujeitos as autoridades. Deus nos abençoe!

Terça-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Rm.8.28,29; I Pe.2.18-20

1. Para concluirmos a nossa devocional sobre autoridade trataremos de princípios bíblicos importantes para uma melhor compreensão de como Deus age através das autoridades. O texto de I Pe.2.18-20 nos apresenta o primeiro princípio para entendermos como Deus age em nossas vidas através das autoridades. O apóstolo Pedro escreve que os servos deveriam ser submissos os seus senhores. Esta é uma clara referência de submissão a autoridades. O ponto fundamental nestes versos é que esta submissão independe da maneira como o senhor age. Quer o senhor seja alguém cordato quer seja alguém perverso, ele deve ser obedecido por causa de sua posição. Não o obedecemos por quem ele é, mas pela posição que ele ocupada - autoridade. Podemos estar cientes de erros na conduta de nossas autoridades, mas isso em nada deveria ser impedimento para o nosso viver submisso. Lidar com esta situação é um meio de Deus trabalhar em nossos corações áreas que, talvez, jamais poderíamos ver. A questão é que não importa o quão inconstante ou imatura uma autoridade é, Deus sempre usará estas situações para nos transformar à imagem de Seu Filho, Jesus Cristo (vd. Rm.8.28,29). Como você lida com autoridades que são inconstantes e, muitas vezes, perversas? Em quais áreas de seu relacionamento com Deus estas autoridades são instrumentos para o aperfeiçoamento do seu caráter a imagem do Filho? Descreva.

Quarta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Lv.11.1-47; Dn.1.1-14

1.  Nosso propósito esta semana é ver como Deus age através das autoridades. Um dos personagens bíblicos que mais chamam a minha atenção sobre essa questão é Daniel, juntamente com seus amigos. Vimos na semana passada que eles desobedeceram a uma autoridade para se manterem fiéis a adoração exclusiva a Deus. Muitas vezes, contudo, não precisamos pensar em desobedecer a uma autoridade como uma primeira opção. Daniel e seus amigos eram jovens (vd. Dn.1.1-4) quando chegaram a Babilônia o rei babilônico desejava dar o melhor para os seus novos súditos (vd. Dn.1.5). Daniel tomou a decisão de não se contaminar com a comida do rei (vd. Lv.11.1-47). Isso num primeiro momento pode parecer uma desobediência. Todavia, notamos que Daniel conseguiu entender qual era o motivo básico na ordem do rei - lhes dar o melhor a, para que melhor o servissem. Ao compreender o propósito do rei, Daniel propõe, então, uma alternativa viável ao para alcançar o mesmo propósito, porém de forma diferente (vd. Dn.1.8-14). Muitas vezes ao lidarmos com uma autoridade precisaremos entender quais são os objetivos por trás das ordens e buscarmos criatividade para obedecê-las sem violar nossa consciência para com Deus. Olhe para as últimas ordens que você recebeu de uma autoridade: de alguma maneira estas ordens podem violar a sua consciência para com Deus? Há maneiras de você cumprir o que a autoridade pediu, pensando em soluções criativas? Faça uma lista de como isso pode ser aplicável em sua vida.

Quinta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Pv.21.1; Dn.1.14-21

1.  Podemos orar para que Deus mude o coração de uma autoridade? Sem dúvida! O fato de sermos submissos a uma autoridade e a certeza que Deus utiliza as autoridades para nos tornar mais parecidos com Cristo, não impede que nós oremos para Deus mudar as nossas autoridades. O livro de Provérbios fala sobre isso. Em Pv.21.1 vemos que o coração do rei é conduzido pelas mãos do Senhor que o direciona para onde Ele bem deseja. Deus pode mudar o coração da autoridade que está sobre você! Veja que disse que Ele pode. Ele não está obrigado a fazê-lo. Ainda dentro deste pensar sobre a mudança do coração da autoridade, Dn.1.14-21 mostra como a ação de Daniel de entender o desejo do rei, ser criativo para manter uma consciência pura diante de Deus, conduziu o rei a uma mudança de ação. Sem dúvida alguma isso demandou tempo e devemos ser pacientes durante todo o processo. Deus pode mudar o coração da autoridade, mas você deve ser paciente durante o processo, pois poderá levar algum tempo. Você já orou a Deus pedindo que ele mude o coração da autoridade? Você tem sido paciente durante o processo aguardando o tempo de Deus? Como estes princípios que vimos até aqui podem auxilia-lo na sua vida de submissão as autoridades? Descreva.

Sexta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Jo.17.4

1.  Para concluirmos o nosso pensar sobre autoridades, gostaria de você meditasse neste único versículo do Evangelho de João: "Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste a fazer" (vd. Jo.17.4). Jesus durante toda a Sua vida se submeteu a Deus Pai e cumpriu plenamente o plano para o qual foste chamado. Jesus submeteu-se a autoridade plena do Universo. Se Cristo fez, nós devemos e podemos fazer também! Ore a Deus pedindo graça e sabedoria para agir como Cristo agiu em seu tempo de submissão voluntária a Deus. Que Deus lhe abençoe ricamente durante esta jornada!

Pr. Davi F. M. Cáceres
Autor
Pr. Davi F. M. Cáceres
Pr. Davi F. M. Cáceres
IGREJA BATISTA PEDRAS VIVAS - RUA GUACUMÃ, 535 - VILA CALIFORNIA, SP - VEJA O MAPACONTATOIBPV MAILINDIQUE A UM AMIGO
Indique um amigo *Campos obrigatórios