Home / Recursos / Estudos / Jó - Parte II
Devocional
Pr. Davi F. M. Cáceres
sobre o autor
01/11/2011

Jó - Parte IIImprimir

JÓ - PARTE II

 Na última semana pensamos e refletimos nos três primeiros capítulos do livro de Jó e vimos como a vida de Jó foi transformada e como Deus manteve-se fiel e leal as Suas promessas cuidando da vida de Seu servo. Nesta semana olharemos para vida deste homem focalizando o coração que é trabalhado pelo próprio Deus. Qual o processo de mudança que Deus utilizou na vida de Jó?

Terça-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Jó.4.1-5.27
 
1. Ao vermos alguém sofrendo temos a tendência de querer compartilhar algo que lhe encoraje e o faça refletir sobre a vida. E isso é muito bom em muitos momentos, mas extremamente danoso em outros. Por quê? Porque em muitos momentos não temos todas as informações para fazermos avaliações adequadas e oferecemos um encorajamento ou reflexão apropriados, então, julgamos tudo na vida a partir das perspectivas que possuímos. Dessa maneira, nos deparamos com o fato de que nossas pressuposições podem estar, e geralmente estão, erradas. Com pressuposições erradas, teremos conclusões equivocadas. A consequência desse fato é um consolo completamente desprovido de respaldo bíblico. Foi este o caso dos amigos de Jó. Veja Elifaz; ele julgou o sofrimento de Jó a partir da pressuposição de que sofrimento é decorrência de pecado (Jó.4.7,8). Logo, se Jó está sofrendo é porque em algum momento ele pecou e deve confessar o seu pecado (Jó.5.17-19). O conselho final de Elifaz é ouve e medita nisso (Jó.5.27).  Olhe para os seus pressupostos neste momento e pense: Quando alguém está passando por uma situação de dor e sofrimento qual é, geralmente, o seu primeiro pensamento sobre a causa desta situação? Anote quais são estes pensamentos. Você já considerou a possibilidade de estar errado em sua avaliação antes de falar algo para alguém, sim ou não? Dê as razões do "sim" ou do "não". O sofrimento pode ser decorrência do pecado. Contudo existem outras maneiras bíblicas de olharmos para fonte do sofrimento e da dor. Aliste quais são elas. O que avaliar o seu coração sobre estas questões muda a sua maneira de olhar o sofrimento na sua vida e na vida de um irmão e no modo como demonstra o consolo? Descreva.
 
Quarta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Jó.7.1.21

1. Jó ao ser confrontado de forma errônea por seu amigo Elifaz revolta-se com Deus e O questina. Seus argumentos giram em torno da sua angústia (Jó.7.5,6) e o anseio da morte que lhe cerca de modo intenso (Jó.7.11,16). Ele simplesmente não entende o porquê Deus tem agido desta forma (Jó.7.17,18). O que Jó não entende não é o sofrimento neste momento de sua vida é o próprio Deus. Os questionamentos levantados por ele não refletem um coração que sofre e descansa no Senhor como nos capítulos 1 e 2 do Livro de Jó. Aqui Jó pecou! Pecou, pois se rebelou contra aquilo que Deus estava fazendo em sua vida e com a provisão de Deus para ele naquele momento. Quantas vezes já agimos como Jó rebelando-se contra Deus e questionando a Sua provisão e cuidado em nossas vidas?! Considerando sobre suas reações diante das adversidades considere: Escreva quais são as suas respostas quando algo foge ao seu controle? Diante de uma situação de perda, sofrimento e dor quais são os seus pensamentos e o que você alimenta sobre o caráter de Deus? Compartilhe com um cristão maduro suas respostas e peça ajuda para lidar com as suas reações diante das situações de perda, sofrimento e dor.

Quinta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Jó.38.1-41.34

1. Deus permitira o sofrimento na vida de seu servo Jó. Angústias e dores imensas sobre as quais o próprio Deus estava no controle e sabia exatamente qual o limite do seu servo. Seu cuidado sempre se fez presente e Sua boa mão ativa. Diante desta realidade os três amigos de Jó - Elifaz, Bildade e Zofar - resolvem dar as suas sugestões do porque Jó sofre e utilizam-se mais de suas impressões e pressuposições do que pensar de modo a considerar o caráter de Deus. A indignação de Jó cresce contra seus amigos e contra o próprio Deus. O processo de mudança usado por Deus para transformar o coração de seu servo foi este: uma situação de intensa angústia que busca ser explicada por conselhos desprovidos de sabedoria por parte de "amigos", revela um coração cheio de justiça própria e rebelde contra Deus, que intervêm para corrigir os pensamentos e intenções do seu servo de forma amorosa, porém, firme. Diante de uma situação de dor e sofrimento você está disposto a considerar áreas de sua vida que podem ser aperfeiçoadas a imagem de Cristo, independente da fonte deste sofrimento? Descreva de quais maneiras isso se torna evidente em sua vida. Olhe para três áreas de sua vida que hoje lhe são geradoras de dor, sofrimento, angústia ou perda e em quais possíveis áreas você está, ou poderia ser, aperfeiçoado enquanto passa por cada uma delas. De que forma olhar para os capítulos que lemos hoje lhe ajuda a refletir sobre o modo como você lida com estas situações de sofrimento? Aliste estas formas.

Sexta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE Jó.42.1-17

1. O fim do livro de Jó retrata como o amoroso e bondoso cuidado de Deus tronou o coração do Seu servo ainda mais aperfeiçoado e temente a Ele. Após ser confrontando por Deus (textos de ontem), Jó humildemente reconhece a sua pequenez diante do pleno controle de Deus. Suas palavras anteriormente refletiam sua justiça própria e orgulho, mas agora, refletem um coração transformado pela ação do próprio Deus. Note que não havia pecado que justificasse o sofrimento, mas a situação trouxe luz a áreas no coração de Jó, que não foram as causas do sofrimento, contudo puderam ser aperfeiçoadas no sofrimento. Jó descreve o seu arrependimento (Jó.42.1-6) e declara que agora ele conhece mais e melhor a Deus (Jó.42.5). Deus em Seu caráter misericordioso dá a Jó tudo o que havia perdido, porém em dobro (Jo.42.10). Ao olharmos o caráter de Deus nossa atitude deveria ser a mesma de Jó, humilhação e contrição. Contrição pelos nossos pecados; humilhação pelo Poderoso, Fiel e Soberano Controle de Deus. Ore ao Senhor pedindo graça para agir como Jó, reconhecendo o seu pecado e humilhando-se aos pés de Deus. Ore louvando a Deus pela obra de Cristo na cruz que lhe permite lidar com as áreas de dificuldade olhando para o modelo perfeito de Jesus. Ore clamando a Deus para estar atento as áreas que podem ser transformadas a semelhança de Cristo.
 

Pr. Davi F. M. Cáceres
Autor
Pr. Davi F. M. Cáceres
Pr. Davi F. M. Cáceres
IGREJA BATISTA PEDRAS VIVAS - RUA GUACUMÃ, 535 - VILA CALIFORNIA, SP - VEJA O MAPACONTATOIBPV MAILINDIQUE A UM AMIGO
Indique um amigo *Campos obrigatórios