Home / Recursos / Estudos / Davi - Parte I
Devocional
Pr. Davi F. M. Cáceres
sobre o autor
30/08/2011

Davi - Parte IImprimir

DAVI - PARTE I

 Deus havia rejeitado a Saul como rei sobre Israel devido a sua desobediência. Em seu lugar foi Davi estabelecido como rei. Durante as duas próximas semanas nós nos deteremos na vida de Davi e em como Deus escolheu e usou este homem para cumprir os Seus propósitos soberanos para a nação de Israel.

Terça-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE I Sm.16.1-13
 
1. Saul fez o que era mal aos olhos do Senhor e descumpriu as ordens dadas para destruir completamente os amalequitas, motivo pelo qual Deus o destituiu de sua posição de rei de Israel (I Sm.15.1-31). Contudo, Israel não poderia ficar sem rei. Saul era o rei que o povo desejava, mas que não agradava ao Senhor. O rei que viria para substituir a Saul seria escolhido pelo próprio Senhor. Para esta tarefa de ungir o novo rei, Deus convoca a Samuel que ainda se recente da saída de Saul (I Sm.16.1). Ao chegar ao local que o Senhor lhe designara para ungir o novo rei - a casa de Jessé - Samuel logo avista o filho mais velho de Jessé. Este era de boa aparência e cativou a Samuel. Deus, porém, dá um grande e valioso alerta para Samuel: "porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém, o Senhor, o coração" (I Sm.16.7). Samuel caminhava para escolher um rei como Saul, de boa aparência (I Sm.9.2). O Senhor buscava um coração com boa aparência. Os filhos de Jessé que estavam presentes foram trazidos a presença de Samuel que não escolheu a nenhum. Jessé tinha um último filho que estava no campo para apascentar as ovelhas da família. A este Samuel mandou chamar. Ao chegar, este filho mais moço de Jessé, o belemita, cujo nome era Davi, Deus disse a Samuel: "levante-te e unge-o, pois este é ele". Assim como Samuel nós também valorizamos muito o exterior. Como podemos fazer escolhas baseadas na aparência? Descreva.  Quais são as áreas na sua vida onde você tende a escolher aquilo que é mais "vistoso" do que aquilo que é mais correto? Aliste-as. Para responder estas questões, gaste um tempo orando e pedindo a Deus sabedoria para sondar o seu coração e trazer à tona aquilo que está oculto.


Quarta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE I Sm.17.1-58

1. Uma das maneiras de sabermos o que vai nos nossos corações é avaliarmos como tomamos decisões e a quem buscamos agradar. Israel estava em luta contra os filisteus e, estes, tinham um soldado chamado Golias. Sua confiança era posta em suas capacidades físicas. Duas vezes ao dia ele subia diante do exército de Israel e os insultava, bem como ao Deus de Israel. Durante quarenta dias fez isso sem que ninguém o confronta-se. Jessé chamou a Davi e pediu que este fosse até o campo de batalha para ter notícias de seus irmãos. Ao chegar ao campo de batalha, Davi ouviu os insultos de Golias e muito se indignou que durante todo este tempo nenhum homem foi lutar contra este "incircunciso filisteu" (I Sm.17.26). Davi então decide enfrentar o gigante Golias, pois este não deveria ofender a Israel e o Deus de Israel. Ardia no coração de Davi um desejo de exaltar o nome do Senhor e tornar o nome do Senhor conhecido entre as nações. Davi lutou confiando somente no Senhor para vencer o gigante (I Sm.17.45). Quando Golias foi morto o nome do Senhor foi exaltado e engrandecido entre as nações, pois um jovem decidiu que lutaria contra aquele que blasfemava contra o Senhor e buscou agradá-lo em todos os momentos. Tornou-se claro aos homens, aquilo que só o Senhor conhecia, o coração devotado a Deus que Davi possuía. Quando você está diante de uma decisão como você a toma? Que princípios governam o modo como você avalia a situação?  Aliste três situações onde teve que decidir e como você decidiu e quais princípios você usou para decidir. Se você está precisando tomar uma decisão, como você tem pensado sobre ela? Que princípios bíblicos podem lhe auxiliar na tomada desta decisão?


Quinta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE I Sm.24.1-22

1. O povo judeu começou a cantar e exaltar a Davi pelas suas conquistas. Deus era com Davi e todas as suas ações e feitos eram bem sucedidos. Ele prosperava e o povo o amava. Saul sabedor desta realidade sabia que a única coisa que faltava para Davi era o reino (I Sm.18.15,16; 20.31). Diante desta nova realidade Saul passou a perseguir a Davi para matá-lo. Para preservar a sua vida Davi foge da presença do rei Saul. Num destes momentos de perseguição e fuga Saul entra em uma caverna para poder aliviar o ventre. Coincidentemente, o rei entra na caverna onde Davi está escondido. Aqueles que estão com Davi entendem que está é uma oportunidade dada por Deus a Davi para matar o seu perseguidor e o aconselham a matá-lo (I Sm.24.4). O coração de Davi caminhava em outra direção. Ele tinha uma clara convicção que Saul só estava na sua posição de rei, pois Deus assim desejou e o instituiu. Levantar-se contra o rei era, em última análise, levantar-se contra Deus. Esta consciência faz com que ele não mate a Saul (I Sm.24.5,6). Quando Saul sai da caverna para continuar sua perseguição, Davi se direciona a Saul dizendo que poupou a sua vida por temor ao Senhor e pede que Saul para de persegui-lo, pois não havia feito nada contra ele. Saul ao ouvir as palavras de Davi chora e reconhece que Davi é mais justo que ele (I Sm.24.17) e que o reino, de fato, seria dele (I Sm.24.20). A submissão de Davi a autoridade real foi honrada por seu próprio inimigo. Descreva como você lida com as autoridades que Deus colocou sobre a sua vida. Leia Rm.13.1-7 e descubra quem é que estabelece as autoridades sobre a nossa vida. De que maneira você pode demonstrar sua submissão as autoridades? Aliste.


Sexta-feira

TEXTO: LEIA O TEXTO DE II Sm.1.1-27

1. Saul havia falecido, juntamente com Jônatas seu filho. A notícia da morte de Saul veio a ser conhecida por meio do homem que matara a Saul. Talvez seu desejo fosse de conseguir algum benefício com Davi por ter matado seu perseguidor Saul. Sua convicção de não levantar-se contra o ungido do Senhor era tão forte que Davi manda matar o homem que matou a Saul (II Sm.1.14,15). A lealdade de Davi não era para com Saul em primeiro lugar, mas era para com Deus. Como decorrência disso, ele manteve-se leal a Saul e pranteou pela morte do seu perseguidor. Gaste um tempo agora orando a Deus pelas autoridades que Ele estabeleceu sobre sua vida, pedindo que Deus os revista de graça e sabedoria para cumprirem com seus papéis. Ore, também, clamando por graça para submeter-se as autoridades.

Pr. Davi F. M. Cáceres
Autor
Pr. Davi F. M. Cáceres
Pr. Davi F. M. Cáceres
IGREJA BATISTA PEDRAS VIVAS - RUA GUACUMÃ, 535 - VILA CALIFORNIA, SP - VEJA O MAPACONTATOIBPV MAILINDIQUE A UM AMIGO
Indique um amigo *Campos obrigatórios